domingo, 7 de março de 2010

L.U.T.O.



A partir de agora, estou em momento de elaboração do luto.
Eu e o Cara saímos pra conversar, e do jeito que estava não dava pra continuar.
Enfim, são detalhes que cabem a nós 2, e por respeito à ele não vou expor aqui, ok? Não me levem à mal.
Tá doendo, e dói se despedir de quem se ama.
Seria tão mais fácil se a gente não sentisse mais nada um pelo outro...
Meu coração ainda dispara quando te encontro, sinto borboletas no estômago quando você me liga.
Disse no post anterior da existência de pessoa que pode me dar o que quero ter com você, mas que você não pode me dar agora... Mas de que adianta a gente ter outra pessoa para suprir parte de nossas necessidades, se a maior necessidade outra pessoa não conseguirá suprir: agora é com o cara que sinto rolar a maior química, física, matemática, e qualquer outra disciplina existente.
Será que nunca estaremos/seremos completos???
É um dilema viver...
Passei o fim de semana querendo te ligar, mas não podia pois você precisa sentir saudades.
Aos poucos posso aprender a te deixar sentir saudades... mas será que consigo???
Vou tentar ser sua amiga, mas não me leve a mal nem me julgue errado se não conseguir por agora... não será fácil ter apenas a amizade de quem se ama, de quem se deseja passando mal, com o nariz escorrendo catarro; não é fácil ser amiga de uma pessoa que sente o chão escapar quando ouve seus passos de longe.
Vou tentar te ajudar como puder, mas não fale mal de mim se não conseguir, pois não sei se conseguirei ser tão desprendida assim...
A vida nos prega peças para forçar nosso crescimento e aperfeiçoamento...
Vou lembrar das coisas ruins, é óbvio, mas vou me lembrar mais ainda dos momentos de diversão, das risadas, das brigas, das birras, do sexo, de todos BMA's, e de outras coisas que fizeram NOSSOS esses momentos.
Podemos estar rompidos agora, mas esses momentos nos manterão unidos indefinidamente...
Entristece ser obrigada a se afastar da pessoa que nos completa, mas é preciso.
Apesar da despedida, você permanecerá em meu coração, e será a primeira (se não a única) que gostaria de ter de volta. Hoje??? Não sei. Amanhã??? Também não sei...
Como disse, gostaria que tivesse sido tudo diferente, inclusive nossa conversa de hoje.
Gostaria de acordar amanhã e perceber que foi tudo uma peça da vida, e que essa peça não tivesse sido escrita para nós 2...
Mas...
Vai doer, mas vai passar. E vai chegar o dia em que, mais cedo ou mais tarde, perceberemos que estamos inteiros e felizes novamente. Será??? Que seja... espero por isso, pela nossa felicidade.
Um beijo com todo meu carinho pra ti.

2 comentários:

  1. só posso desejar que tenha força neste momento tão difícil...

    ResponderExcluir
  2. Agradeço... a vida vai passando e a gente se acostuma...

    ResponderExcluir